-

  Brasil - Geologia, Recursos Minerais, Hídricos e Mineração

  GEOLOGIA & MINERAÇÃO NO BRASIL
A MEMÓRIA NACIONAL
  

 
Francisco Moacyr de Vasconcellos

FRANCISCO MOACYR DE VASCONCELLOS (1917 - 1996)

 Francisco Moacyr de Vasconcellos concluiu o curso de Engenharia de Minas e Civil, em 1942, pela Escola Nacional de Minas e Metalurgia em Ouro Preto (MG). 

Iniciou sua carreira conduzindo trabalhos de pesquisa mineral no Nordeste, tendo também, durante dez anos chefiado a mineração de fosforita de Olinda (PE). Além de atuar como professor na Escola de Engenharia da UFPE, assumiu diversos cargos: Diretor da Divisão de Geologia e Mineralogia, Chefe do Setor de Hidrologia e Diretor Geral do DNPM, Diretor de Operações da CPRM; Consultor Técnico da NUCLEBRÁS; Assessor do DNPM; Presidente da Sociedade Brasileira de Geologia; Diretor Técnico  e consultor na iniciativa privada, tendo também ocupado diversas posições de destaque no Conselho  Deliberativo da Sudene e no GEIMI. 

Com mais de cinqüenta trabalhos publicados, Francisco Moacyr de Vasconcellos teve importante participação na implantação do "Plano Mestre Decenal de Avaliação dos Recursos Minerais do Brasil" (1965-1974), bem como nas negociações  para se alcançar um acordo, entre a CVRD e a Meridional, sobre as jazidas de Ferro dos Carajás. 

A Sociedade Brasileira de Geologia concedeu-lhe, em 1973, a comenda "Medalha de Ouro José Bonifácio de Andrade e Silva" em reconhecimento a sua inestimável contribuição à geologia nacional e, em 1981, através do Núcleo Nordeste, a Medalha de Ouro José Ermírio de Moraes ". Tais premiações, ainda que muito significativas, não foram suficientes pelo que Francisco Moacyr de Vasconcellos fez pelo Setor Mineral Brasileiro. O maior atestado, entretanto, reside no reconhecimento unânime de seu trabalho durante toda a sua vida, pela comunidade geológico-mineral do País.

.
Fonte: Anais do Congresso Brasileiro de Geologia da SBG - Salvador - 1996

Início

Retorna